Contribuições INSS

CUIDADO COM AS CONTRIBUIÇÕES EM ATRASO!
É comum contribuintes individuais do INSS efetuarem recolhimentos em atraso, para uma ou várias competências. Porém, esse tipo de prática muitas vezes pode gerar importantes prejuízos ao contribuinte na hora de requerer seu benefício.
Embora seja prevista em lei a possibilidade de o segurado efetuar seus recolhimentos em atraso, deve ser observado se essa contribuição contará para a implementação de TODOS os requisitos necessários à concessão do futuro benefício.
De acordo com a Lei 8.213/91, a concessão de grande parte das prestações pelo INSS necessita que o segurado detenha os requisitos da carência (número mínimo de contribuições indispensáveis para que o beneficiário faça jus ao benefício) e da qualidade de segurado (condição adquirida no ato do pagamento, em dia, da primeira contribuição).
Contudo, há situações em que, se recolhidas em atraso de forma indevida, as contribuições não contarão para carência e nem mesmo para a qualidade de segurado, implicando em perda do direito à concessão do benefício.
Portanto, é de extrema importância que todo contribuinte, antes de efetuar qualquer contribuição em atraso, tenha conhecimento acerca das regras para esse tipo de procedimento, de modo que essas contribuições sejam aproveitadas para a concessão do benefício pretendido, sem implicar em problemas futuros.

Voltar